Unilins reunirá especialistas para debater Direitos Humanos

Unilins reunirá especialistas para debater Direitos Humanos - UNILINS

No próximo dia 2 de abril, a partir das 10h, a Pós-Graduação da Unilins fará um encontro de especialistas para debater sobre Os Direitos Humanos no Brasil.

O evento será uma live transmitida pela TV Unilins no canal oficial do Youtube.

A participação é aberta, entretanto, os interessados deverão se inscrever no link abaixo.

Estarão na mesa de debates os seguintes profissionais:

  • Thiago Nascimento – Sociólogo, especialista em pesquisas nas áreas de segurança pública, violência e Direitos Humanos, com foco nos conflitos urbanos. Atualmente desenvolve pesquisa socioantropológica sobre o policiamento na cidade de Fortaleza.
  • Daniele Alves Paiva – Bacharel em Ciências Sociais, mestre em Sociologia e, atualmente, doutoranda em Sociologia. É pesquisadora na área de sociologia da religião. Sua monografia tem por tema Muçulmanos em Fortaleza: considerações sobre Islã e Democracia. Seu Mestrado intitula-se Usos e Percepções a respeito do véu islâmico (hijab) entre muçulmanos no Ceará.
  • Leonides Justiniano – Graduado em Filosofia com doutorado em Educação. Docente no ensino superior (graduação e pós) há quase 30 anos, tendo longa experiência em movimentos sociais (crianças em situação de rua, movimento negro…). Atualmente, desempenha a função de coordenador dos cursos de graduação e pós-graduação da área de educação, modalidade EAD, da Unilins.

A temática dos Direitos Humanos ganhou visibilidade no último período histórico, sobretudo, a partir das narrativas que questionam a validade do conceito e daquelas que apontam para a necessidade de consolidação das garantias mínimas do que se entende como pessoa humana. Trata-se de um campo de estudos polêmico e gerador de discursos controversos, dada a sua apropriação e instrumentalização por diferentes camadas da sociedade bem como a popularidade que vem ganhando com o uso massivo das redes sociais.

Apesar de, muitas vezes, ser associado a privilégios de criminosos, à impunidade e à morosidade das leis brasileiras, não é possível furtar-se, atualmente, à temática.

O tema de Direitos Humanos já faz parte da linguagem institucional democrática, sendo seu conhecimento necessário aos profissionais tanto de instituições públicas quanto do âmbito privado.

É importante destacar também que, assim como as demais áreas do conhecimento e, mais ainda por ser uma área de recente implementação, os Direitos Humanos devem ser abordados de um ponto de vista crítico e não como um todo consolidado, pois conforme pontua Boaventura de Sousa Santos, “A grande maioria da população mundial não é sujeito de direitos humanos. É objeto de discursos de direitos humanos” (Direitos Humanos, Democracia e Desenvolvimento). Isso nos diz muito e nos lança um grande desafio teórico.

O debate contemplará o papel do Estado Democrático de Direito na implementação de questões fundamentais, ratificadas pelo direito internacional a partir de tratados e acordos aos quais o país é signatário.

Iniciar Conversa
Precisa de Ajuda?
Olá! Seja bem-vindo(a). O que podemos fazer para te ajudar?